sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Saia Plissada

Quando se fala de saia plissada logo deve vir a cabeça de todas nós Marilyn Monroe, naquela  cena do filme O Pecado Mora ao Lado em que a saia do seu vestido e levantada pelo vento.


A história do plissado é antiga, teve seu auge em Roma, mais recentemente, nos anos 20 e 50 e agora volta com tudo.
Leve e feminina a saia plissada confere uma imagem glamourosa, sintonizada com a sofisticação das divas do cinema. Mas como usar?
1- Invista na peça
O caso de amor da moda com o estilo das divas dos anos 50, produz um nobre affair para o verão: a saia plissada e de comprimento logo abaixo dos joelhos. Feita com de seda ou crepe, a peça invoca imagem feminina e sofisticada.

2- Boa Companhia
Combine tops delicados, de renda, seda ou georgette. Cinto fino e bolsas com alça de corrente, a produção  fica linda tanto para o dia quanto para a noite.


3- Salto é bom
O comprimento abaixo dos joelhos tende a achatar. Por isso, invista em sandálias e sapatos de salto para driblar o efeito.


*Tecidos como seda e o crepe dão leveza e ar nobre ao modelo.
* Além do top delicado, blazer. T-shirt e camisa proporcionam o casamento perfeito da saia plissada com o seu dia a dia.

Inspire-se! 




Blazer

         Os blazers voltaram com tudo para o mundo da moda. Com cores leves e materiais gostosos, ficam bem até para enfrentar o calor da nossa city com elegância. Não perca a oportunidade de experimentá-lo com bermuda ou sobre um belo vestido, abuse do blazer nas sobreposições.





Mas como usar essa linda peça no nosso dia-a-dia?

Aproveite o clima mais quente e substitua a calça jeans pela bermuda ou saia, acrescente a produção com camisa de seda e mocassins. Apesar de inusitado, o novo arranjo não compromete a seriedade exigida no escritório. Também vale combinar com vestidos curtos ou ainda jogá-los sobre os longos fluidos da onda 70′s.


Vale a pena investir na peça, elas estão cada vez mais urbanas, as coleções de resort promoveram o blazer a item obrigatório da temporada. Com tons calmos e tecidos leves, caso do linho e do algodão, ele deixa os looks sofisticados em pleno verão.

truque – O blazer fica ainda mais charmoso com as mangas dobradas ou casualmente enroladas. Os punhos da camisa podem ou não aparecer. 
 

Sapatilhas

        Todas nos não resistimos a um belo sapato não é garotas? E quando se fala em sapatilha acredito que boa parte de vocês se derrete toda pelas fofinhas. As sapatilhas dão um ar delicado e romântico em qualquer produção, e o bom e que pode ser usada em todas as ocasiões, desde as mais formais, até aquela reuniãozinha entre amigas.




Mas como a sapatilha surgiu?
A sapatilha surgiu do calçado das bailarinas e por isso também é chamada de “bailarina”. O modelo clássico é aquele de biqueira e com o lacinho de amarrar. Em 1956, Brigitte Bardot – que era bailarina – encomendou a Rose Repetto (da famosa marca francesa de artigos de balé) que fizesse um par especial desses calçados para a filmagem de “E Deus criou a mulher”, do diretor Roger Vadim. Foi um sucesso! Audrey Hepburn veio depois e imortalizou a sapatilha no filme "Cinderela em Paris“. Até hoje esse look é um clássico, e vira e mexe, a sapatilha volta à moda.

Mullets

Mullets – Curto na frente e comprido atrás, a tendência é inspirada num corte de cabelo dos anos 80. Recentemente quem adotou o corte de cabelo foi Kristen Stewart

Mas vamos falar sobre as peças que foram destaque nas passarelas e desfiles pelo mundo a fora.

O estilo ousado tem chamado a atenção nos tapetes vermelhos e promete ser o novo queridinho das mulheres no verão e no inverno.
O diferencial do modelo é o joguinho “mostra-esconde”, dando uma pitadinha sexy ao look. Com bordados, rendas, brilhos e outros adereços o vestido fica ainda mais sofisticado para as noites de gala puro glamour.


As saias e vestidos podem ser de comprimento maxi ou mini, podendo ser combinadas com camisas, regatas ou T-shirts. Salto alto é a dica para quem optar pelo vestido no modelo “mullet”.

Quem pode usar? Segundo especialistas, os mullet dresses são mais indicado para mulheres altas e magras, com pouco quadril. As baixinhas devem ficar longe da tendência, uma vez que o vestido tende a “cortar” a silhueta, dando a aparência de uma estatura ainda menor. Estar com as pernas em dia e a cintura fina, também é fundamental no dress code da peça. Mas, o quesito personalidade também é importante. Nesse sentido, mulheres sensuais pode lançar mão do modelo para ousar e chamar a atenção nas festas formais.
 

Invista nos modelos que mesclem a sensualidade dos minis e a elegância dos longos.  Em termos de proporção, vale ousar com a parte de trás mais comprida, formando uma espécie de cauda. Para aquelas que preferem não ousar tanto, opte por modelos com menor diferença entre os comprimentos.

Tecidos: Prefira os tecidos leves e nobres como seda, tule, organza e shantung de seda. Detalhes com rendas, por sua vez, trarão romantismo ao look. Já os bordados com pedrarias e paetês garantem o apelo sofisticado do visual.

Até os vestidos de noiva aderiram a modelagem.




E ai garotas o que vocês acham da tendência mullet? Vão aderir a nova modinha?

retirado de: http://www.coisasdegarota.com/page/12

Botas

A bota pode ser um clássico, mas prestar atenção na combinação com outras peças é essencial para manter a harmonia do corpo, como ensina a professora de moda da Sigbol, Simone Santos.

Cano curto: 

A bota de cano curto é o hit desse inverno, já que ela combina tanto com os dias mais gelados, quanto com aqueles não tão frios. Combine o calçado com saias curtinhas com meia mais grossa, calça skinny, shorts e vestidos.

Cano médio:

Se você gosta de botas de cano médio, fique atenta ao montar o resto do look. Mulheres mais altas podem abusar dessa altura de calçado. Já as mais baixas, devem tomar cuidado para não cortar a silhueta. 

 

Por isso, a bota sempre deve estar por baixo das roupas, usando peças com comprimentos que “escondam” a bota.

Cano longo:

A bota de cano longo é a preferida das meninas e também a mais democrática. Pode ser usada por todo mundo e combinada principalmente com leggings, shorts, vestidos e calça jeans mais ajustada.

Cuidados extras: 

Se você é daquele tipo de menina com a panturrilha mais grossa, opte por usar meia-calça e bota na mesma cor. Assim, é criado um bloco de cor que deixa o look mais harmonioso.

Alguns modelos podem ser considerados sociais, mas as botas são por definição um calçado informal, por isso, nunca opte por ela na hora de montar um look para eventos como casamentos ou festas mais formais.